Como fazer exames sem convênio?

Existem algumas opções, saiba como fazer exames sem convênio médico. A seguir, alguns exemplos:

Clínicas populares: são clínicas onde é possível fazer exames sem convênio a preços mais acessíveis. Em geral, contam com diversas especialidades médicas, agilizando os encaminhamentos, quando necessários. Além disso, muitos exames solicitados pelos médicos são realizados na própria clínica.

Laboratórios particulares: muitos laboratórios particulares oferecem descontos para exames realizados sem convênio. Vale a pena pesquisar os preços e condições de pagamento antes de agendar o exame.

SUS: o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece exames gratuitos para a população. No entanto, o acesso aos exames pode ser limitado e o tempo de espera pode ser longo.

Planos de descontos: existem alguns programas que oferecem descontos em exames para quem não tem convênio médico. Esses programas podem ser oferecidos por empresas, associações ou instituições filantrópicas.

Aqui estão alguns passos sobre como fazer exames sem convênio:

Consulte um médico: o médico é a pessoa mais indicada para solicitar os exames necessários.

Pesquise os preços: antes de agendar o exame, pesquise os preços em diferentes clínicas, laboratórios e hospitais.

Considere as opções: avalie as opções disponíveis e escolha aquela que melhor atende às suas necessidades e orçamento.

A seguir, alguns exemplos de planos para exames que podem ser feitos sem convênio:

NACIONAL PLAN INDIVIDUAL
NACIONAL PLAN FAM PLUS
NACIONAL PLAN EMPRESARIAL BASIC
NACIONAL PLAN EMPRESARIAL COMPLETO

Exames laboratoriais: hemograma, glicemia, colesterol, triglicerídeos, urina, fezes, etc.

Exames de imagem: raio-X, ultrassom, tomografia, ressonância magnética, etc.

Exames cardiológicos: eletrocardiograma, ecocardiograma, teste ergométrico, etc.

Exames odontológicos: raio-X, limpeza, canal, etc.

Antes da busca sobre como fazer exames sem convênio, é importante lembrar que o preço dos exames pode variar de acordo com a região, o tipo de exame e a clínica ou laboratório escolhido. O preço do plano escolhido não é alterado conforme contrato, exceto sob a contratação de um novo plano que inclua mais benefícios.

As desvantagens de não possuir um convênio médico são:

Alto custo de exames e procedimentos: consultas, exames e procedimentos médicos podem ser muito caros, especialmente se realizados em clínicas e hospitais particulares.

Longos tempos de espera: o acesso aos serviços de saúde pode ser limitado no Sistema Único de Saúde (SUS), o que pode levar a longos tempos de espera para consultas, exames e procedimentos.

Possibilidade de atraso no diagnóstico e tratamento de doenças: o acesso limitado aos serviços de saúde pode levar a atrasos no diagnóstico e tratamento de doenças, o que pode prejudicar o prognóstico.

A seguir, alguns exemplos de situações em que a falta de um convênio médico pode ser um problema:

Em caso de emergência: se você precisar de atendimento médico de emergência, pode ter que pagar pelo atendimento, mesmo que seja realizado em um hospital público.

Para realizar exames e procedimentos preventivos: exames e procedimentos preventivos, como mamografia, papanicolau e colonoscopia, são importantes para a detecção precoce de doenças. Sem um convênio médico, esses exames e procedimentos podem ser muito caros.

Para tratar doenças crônicas: pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, precisam de acompanhamento médico regular. Sem um convênio médico, esse acompanhamento pode ser muito caro.

É importante lembrar que o acesso aos serviços de saúde é um direito fundamental. No entanto, o custo dos serviços de saúde pode ser um obstáculo para muitas pessoas. Por isso, é importante avaliar as opções disponíveis e escolher a melhor forma de garantir o acesso aos serviços de saúde.

Assine um Plano

Consulte mais detalhes e assine um plano para receber descontos!

Nacional Plan e Benefícios

Conheça algumas das vantagens em ser nosso ASSOCIADO

Falar com um consultor!
Posso ajudar?
Escanear o código
Estamos Online!